Mensagens

A mostrar mensagens de Outubro, 2015

À beira de um ataque de nervos...

Imagem
Sinto-me à beira de um ataque de "nerbios"...
É certo que a miúda não colabora, mas ultimamente a minha tolerância está abaixo de zero.
Chora por tudo ou nada. Tudo é um drama. Grita, faz birra...
Agora deu em guinchar que nem um porco na matança, o que me descontrola quase que instantaneamente, basta o irmão passar por ela e fazer qualquer coisa, desde uma festa a só olhar para ela, e solta um guincho que me fazem estilhaçar todos os receptores de som que tenho no cérebro e de imediato soltar as goelas e dar um grito igual ou superior ao dela para a mandar calar!
Isto é de uma pessoa normal?
Claro que não.
Já dá para ver a loucura que reina cá em casa?
A sanidade mental, há muito que se mudou cá de casa. 
A juntar a isto está tudo o resto, as chatices do trabalho, as exigências do dia a dia, as dores diárias nas costas e ancas a degenerarem-se de me ouvirem!
Alguém diz qualquer coisa e lanço disparos em todas as direções. Flechas, farpas, bocas foleiras, ralhetes, cara de má, etc, e…

Jantar da Treta no Nepalense...

Imagem
Este é um grupo simplesmente fantástico!
São todos 5 estrelas!
A nossa estreante Joaninha ficou aprovada após uma iniciação "rigorozissíma"!
Só tivemos uma falta...














Todas as fotos: Mónica Canhoto

Doente outra vez... não há pachorra!!!

Imagem
A minha imunidade anda um cocó!
Se não é do cu é das calças! Se os outros já andam fartos disto imaginem eu!!!
Há duas semanas a miúda apanhou uma virose, ficou a vomitar um dia, um dia e meio, vá! Respirou pra cima de mim e eu, pimba! Toca de me vomitar toda ficar a cagar fininho e arder com 40 de febre! Andei quase uma semana pra recuperar...
Esta semana, apanhei um motorista do autocarro com a andropausa, cheinho de calor, com o ar condicionado num gelo, e tenho uns papos na garganta que nem a saliva engulo!
Vou andar a babar-me por aí! Ficar doente à 6ª feira, ninguém merece!!! O fim de semana é pequeno demais para ser gasto doente! Toca de chupar as pastilhas todas, insuflar os sprays todos pelo nariz acima e tomar umas cenas naturais das quais só falarei se resultarem. A juntar a isto, o chá de gengibre e o mel. ...a ver vamos... Depois disto vou ter que modificar mesmo alguns hábitos. Porque continuando a fazer o mesmo, os resultados vão sendo os mesmos!!! Se as mudanças resultarem …

O drama do cocó... cenas dos próximos capítulos

Depois de uns dias de aflição e sufoco à volta da tripa da minha piolha, a situação lá parece que quer regularizar.
Agora é fazer tudo para o trânsito fluir e não deixar criar engarrafamentos, porque as horas de ponta são desesperantes e tiram-nos do sério, além de nos fazerem perder imenso tempo. Sim, estou a falar do trânsito intestinal! Apesar do outro ser igualmente enervante... (Se bem que agora não me incomoda muito. Desde que vou de autocarro que deixo essas preocupações para o motorista, enquanto eu durmo.)
Aprendi imensas coisas para pôr a tripa a funcionar!
Obrigada a todos pelas sugestões e ajudas!
Às tantas estava baralhada com tanta coisa! E ouvi muita coisa contraditória, o que se entende, porque cada pessoa é única e funciona de maneira diferente.
O que a uns prende a outros pode soltar! Mas no geral as opiniões são idênticas!
O mais controverso é a banana! Para uns é boa madura, para outros é verde! Para não ter dúvidas não há bananas em casa!
No kiwi ninguém tem dúvidas! Faz…

de vez em quando dão-me espasmos...

Imagem
De vez em quando dão-me espasmos...
no cérebro, e na língua!
Quando estou muito cansada, debilitada, fragilizada, com saudades, dão-me uns espasmos que digo o que não devo, penso parvoíces, que no dia seguinte não passarão disso mesmo!
Não é por mal...
são espasmos que me dão e tenho atitudes idiotas...




Um abraço...

Imagem
Há dias e alturas que só precisamos de um abraço,
Um abraço que nos aqueça,
e nos arrefeça.
Um abraço que nos aperte o corpo,
só para nos aconchegar a alma.
Um abraço que nos acalme a angustia.
Um abraço apertado
que alivia a sensação de aperto.
Um abraço que sufoca
para que possamos respirar.
Há dias e alturas que um abraço
é mesmo só o que precisamos!



Ups...

Imagem